Crónica: As contas finais

Aproxima-se o final da campanha eleitoral.

Mantenho a minha previsão de que o Prof. Cavaco Silva irá obter 61% das intenções de voto.

A estratégia de Manuel Alegre foi um verdadeiro desastre na campanha eleitoral.

O apoio do Bloco de esquerda inquinou desde inicio a sua candidatura, e o PS preferiu uma postura de afastamento perante o candidato escolhido. Assim na altura da contagem dos votos, fica facilitada a tarefa de assumir a derrota. O argumentário será simples: A culpa é do Bloco de Esquerda e de Manuel Alegre… O Partido socialista apenas geriu os lapsos e as incoerências do candidato.

O candidato comunista mantém o seu fiel eleitorado, e posiciona-se para uma possível liderança do seu partido.

Fernando Nobre irá disputar o eleitorado com Alegre. A sua candidatura independente, a coerência e a característica humanista pode originar um melhor resultado eleitoral que o candidato do PS – BE.

A estratégia de Coelho não passa pela Presidência da República, passa sobretudo por posicionar-se para futuros confrontos na Ilha da Madeira com Alberto João Jardim. O sucesso da missão foi conseguido, pois com esta campanha obteve tempo de antena suficiente para fazer passar a sua mensagem.

Defensor Moura deve ficar na última posição da lista dos candidatos, pois não trouxe nada de novo para a praça pública.

Esta foi uma campanha em que a Esquerda tentou ligar Cavaco Silva ao escândalo do BPN sem sucesso, e a direita tentou unicamente gerir o seu dia-a-dia de campanha eleitoral sem trazer nada de novo.

Estas eleições foram caracterizadas por um estado amorfo, em que as pessoas cada vez menos acreditam nos candidatos. É urgente acabar com o discurso demagogo e apostar mais na coerência e na verdade.

1 comentário a “Crónica: As contas finais

  1. BC83

    Mas qual é a credibilidade dos comentários de um sujeito do PSD (ou fosse do PS, BE, PCP, etc) sobre as suas previsões sobre as eleições presidenciais??? Confundir CIÊNCIA (das previsões) com PROPAGANDA é um acto profundamente desonesto e mesmo criminoso. Lamento que esta seja a mentalidade tuga, mas enquanto assim for, prefiro 1000 vezes viver no estrangeiro do que conviver com patifes e analfabetos que ainda por cima chegam a lideres de JSDs e afins. TRISTE, MAS É O PORTUGAL DESONESTO EM TODO O SEU ESPLENDOR

    Responder

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *