Crónica: Eleições Presidenciais, a Cronologia

Fechados os cadernos eleitorais no passado dia 23, está agora definido o universo eleitoral. Cabe agora em 1ª instância aos Candidatos e 2ª à Comissão Nacional de Eleições (através de campanhas de apelo à participação) o papel essencial de mobilizar o maior número de votos e inverter a tendência de perda de participação nos actos eleitorais de putativa reeleição (em 2001 na reeleição de Jorge Sampaio foi a taxa de abstenção foi superior a 50%). A tarefa não parece fácil.

Os candidatos a candidatos têm agora até dia 23 de Dezembro em vésperas natalícias para organizar os seus processos de candidatura que deverão ter no mínimos 7 500 assinaturas válidas ou no máximo 15 000 e apresentá-las no Tribunal Constitucional. Só nesta data saberemos quem são realmente os candidatos.

A partir de 9 de Janeiro, depois do dia de Reis arrancará a campanha eleitoral até dia 21 de Janeiro, só nesta altura estaremos a todo o vapor numa eleição que para já tal como o tempo se apresenta bem fria.

Para quem tiver interesse em analisar a cronologia eleitoral poderá fazê-lo clicando aqui.

Até breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *