Campanha eleitoral ganha força online

À semelhança da campanha de Barack Obama nas últimas Eleições Presidenciais norte-americanas, os candidatos em Portugal parecem considerar obrigatória a presença nas redes sociais.

Para além de Cavaco, também Fernando Nobre optou por excluir os cartazes exteriores dos meios para promover a sua candidatura, já Manuel Alegre terá 450 outdoors expostos.

Com estas limitações como forma de transmitir um exemplo de contenção e adaptação à situação económica do país, os candidatos optam por apostar na vertente online através do site oficial e das redes sociais.

A candidatura do actual Presidente, por exemplo, estará no Facebook, Twitter, Sapo Vídeos, Vimeo, YouTube, Flickr e Foursquare. Os restantes candidatos devem também adaptar-se a esta nova forma de comunicar as suas ideologias e mensagens políticas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *